Torno

Temos essa máquina-ferramenta (Torno mecânico) que tem o objetivo de usinar/tornear redondos forjados e laminados.

Torno mecânico é uma máquina-ferramenta que permite usinar peças de forma

geométrica de revolução. Estas máquinas-ferramenta operam fazendo girar a peça a

usinar presa em um cabeçote placa de 3 ou 4 castanhas,esta tendo as castanhas

individuais, ou fixadas entre os contra-pontos de centragem enquanto uma ou diversas

ferramentas de corte são pressionadas em um movimento regulável de avanço de

encontro à superfície da peça, removendo material,chamado cavaco, de acordo com as

condições técnicas adequadas. [1]  É uma máquina operatriz extremamente versátil utilizada

na confecção ou acabamento em peças. Para isso, utiliza-se de placas para fixação da

peça a ser trabalhada. Essas placas podem ser de três castanhas, se a peça for cilíndrica,

ou quatro castanhas, se o perfil da peça for retangular.

Esta máquina-ferramenta permite a usinagem de variados componentes mecânicos:

possibilita a transformação do material em estado bruto, em peças que podem ter seções

circulares, e quaisquer combinações destas seções.

Basicamente é composto de uma unidade em forma de caixa que sustenta uma estrutura

chamada cabeçote fixo. A composição da máquina contém ainda duas superfícies

orientadoras chamadas barramento, que por exigências de durabilidade e precisão são

temperadas e retificadas. O barramento é a base de um torno, pois sustenta a maioria de

seus acessórios, como lunetas, cabeçote fixo e móvel, etc. Para movimentos longitudinais,

um torno básico têm um carro principal e um carro auxiliar para movimentos precisos e

para movimentos horizontais um carro transversal.

Através deste equipamento é possível confeccionar eixos, polias, pinos, qualquer tipo

possível e imaginável de roscas, peças cilíndricas internas e externas, além

de cones, esferas e os mais diversos e estranhos formatos.

Com o acoplamento de diversos acessórios, alguns mais comuns, outros menos, o torno

mecânico pode ainda desempenhar as funções de outras máquinas ferramentas,

como fresadora, plaina, retífica ou furadeira.

Pelo desenvolvimento do torno mecânico, a humanidade adquiriu as máquinas

necessárias ao seu crescimento tecnológico, desde a medicina até a indústria espacial. O

torno mecânico é a máquina que está na base da ciência metalúrgica, e é considerada a

máquina ferramenta mais antiga e importante ainda em uso.

O torneamento é a operação realizada pelo torno. Trata-se da combinação de dois

movimentos: rotação da peça e movimento de avanço da ferramenta. Em algumas

aplicações, a peça pode ser estacionária, com a ferramenta girando ao seu redor para

cortá-la, mas basicamente o princípio é o mesmo. O movimento de avanço da ferramenta

pode ser ao longo da peça, o que significa que o diâmetro da peça será torneado para um

tamanho menor. Alternativamente a ferramenta pode avançar em direção ao centro, para o

final da peça, o que significa que a peça será faceada.

O torneamento pode ser decomposto em diversos cortes básicos para a seleção de tipos

de ferramentas, dados de corte e também para a programação de certas operações.

Estamos nos referindo principalmente ao torneamento externo, mas é importante lembrar

que existem outras operações mais específicas, como rosqueamento, ranhuramento e

mandrilamento.

São combinações das direções de avanço e rotação que podem resultar em superfícies

cônicas ou curvas, com as quais as unidades de controle dos tornos CNC atuais podem

lidar por meio de muitas possibilidades de programas.

As fases do Torneamento são: furo de centro, cilíndrico; broqueamento - furos cilindricos

em buchas e engrenagens).

Ferramentas de Corte - desbaste - ferro sem bico ou ponta arredondada.

furação feita em torno - utiliza-se o fluido de corte



<< Voltar

Newsletter

Localização
Rua Flor de lis , 1032
Quinta da boa Vista (industrial)
Itaquaquecetuba.
Tel. e Fax (11) 2030-7400

Todos os Direitos Reservados 2016 © Otimizado Por Publinet1 Marketing Digital by: Petronet Informática